Esporte

Giovani de Oliveira | Independente do que acontecer até o carnaval, Coudet precisa de tempo trabalhar

Publicado

-

Tropeços não podem interromper o trabalho que está começando. Foto: Ricardo Duarte/Inter

Os próximos 15 dias serão de muita dificuldade para o Internacional. Se tudo der certo, o time de Eduardo Coudet jogará quatro decisões em sequência, encerrando no carnaval. Se alcançar seus objetivos, o ano estará apenas começando para os colorados. Mas se as coisas não andarem bem, 2020 pode acabar já na quarta-feira de cinzas.

No próximo sábado(15) o Beira-Rio será palco do primeiro GreNal de 2020, valendo vaga na final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Na semana que vem, terça ou quarta (a definição depende da classificação ou não do Corinthians, diante do Guarani do Paraguai) o Colorado enfrenta Tolima na Colômbia. O jogo de volta é na semana seguinte, a semana do carnaval, valendo a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores. Entre os jogos da competição continental, se tudo der certo para o lado vermelho, ainda haverá a final do primeiro turno do estadual.

Independente do que acontecer nas próximas duas semanas, é preciso que o torcedor tenha paciência com Coudet. Mesmo invicto, liderando a sua chave no Campeonato Gaúcho, classificado para a próxima etapa da fase preliminar da Libertadores, o time do técnico argentino ainda gera desconfiança. É natural, o futebol apresentado oscila muito, como acontece com a maior parte das equipes em início de temporada.

Mas a situação de Coudet ainda é mais difícil, não está simplesmente iniciando um ano, está incumbido da missão de mudar a forma que o Inter joga há mais de duas temporadas. Não é simples, leva tempo até os jogadores novos conseguirem o entrosamento adequado, até o elenco como um todo entender o conceito do treinador, até os atletas estarem na sua melhor forma física.

Se Coudet repetir Tite (eliminado na fase preliminar da Libertadores para o mesmo Tolima em 2011), caberá à direção do Inter repetir a direção do Corinthians, que manteve o treinador e no fim daquele ano teve a convicção premiada com o título do Campeonato Brasileiro, além de festejar a Libertadores e o Mundial do ano seguinte.

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *