Denúncia contra médica obstetra do hospital Dom João Becker chega ao Cremers



Foto: Leonidas Cardoso/Divulgação

 

A denúncia contra uma médica obstetra do hospital Dom João Becker chegou até o conhecimento do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) na tarde desta terça-feira (09). O vereador Dimas Costa (PSD) protocolou junto à entidade todos os relatos de pacientes que sofreram algum tipo de dano ou constrangimento durante os atendimentos.

Conforme Dimas, os membros do conselho irão avaliar a denúncia e notificar a médica. Um processo poderá ser aberto para investigar o caso. Se comprovada as denúncias ela pode perder o registro do Cremers onde não exercerá mais a função. O Conselho Tutelar de Gravataí também tomou conhecimento da situação e investiga a situação.

Relembre o caso:

A denúncia partiu de uma paciente que no dia 03 de setembro de 2016 procurou a instituição estando grávida de três meses e sentindo fortes dores na região da barriga. O relato a seguir foi publicado em uma rede social. Por questões de segurança não vamos divulgar o nome da paciente.

Depoimento via rede social

“Estou grávida de 3 meses. Quinta feira sentiu fortes dores e perdi um líquido, então fui ate o HDJB chegando lá esperei por horas (Normal como sempre). Então a Dra (xxxxx) me atendeu, grosseiramente sem dar atenção nenhuma e disse: O que aconteceu? Tira a roupa e deita ali!

Quando me examinou perguntou de quanto tempo eu estava, eu então a respondi e ela me mandou levantar e disse nessas palavras: O que? Tu não ta com isso de semanas, teu útero não cresceu e pelo jeito nem o bebê se desenvolveu. Eu assustado disse como assim e agora?

Quero fazer uma ecografia então ela me olha e diz, pra que se não se desenvolveu não tem o que fazer. Resumindo, sai de lá em prantos chorando, apavorada e fui imediatamente para o hospital Moinhos de Vento, onde fui super hiper bem atendida. Meu esposo acompanhou tudo imediatamente falei q estava com dores já me levaram pra dentro e fizeram TDs os exames e graças ao meu bom Deus meu filho(a) esta perfeito tudo ótimo e crescendo super bem.”

O caso foi levado até o Conselho Municipal de Saúde de Gravataí que realizou uma reunião na Câmara de Vereadores com as partes envolvidas e o vereador Dimas. Em nota o Conselho confirmou que recebeu a denúncia contra a Dra.  A nota ainda alerta a população sobre a importância de protocolar as denúncias em órgãos competentes, assim podendo ser iniciada uma investigação sobre o caso. Ainda foi informado que não havia nenhum outro caso contra a médica no Conselho de Saúde do Município.

Na época, o hospital Dom João Becker informou que já haviam recebido o vereador Dimas Costa em reunião onde o mesmo apresentou os fatos ocorridos. Conforme o diretor técnico do hospital, Marcelo Bastiani Pasa, que assinou o documento, a profissional já foi havia sido advertida pela instituição.


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *