Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

A criminalidade longe do comércio e fora de Gravataí

Cerca de 80 policiais que integram o policiamento comunitário, o Pelotão de Operações Especiais (POE) e até o administrativo iniciaram na manhã desta terça-feira (04) uma ofensiva para coibir os roubos nas regiões comerciais de Gravataí. Embora os policiais fiquem empregados diretamente na ação – batizada de Operação Papai Noel, o policiamento nos bairros e regiões deflagradas irão continuar, como conta o Tenente-coronel Paulo César Balardim. “É importante que a população saiba que além do foco nas áreas comerciais a Brigada Militar (BM) estará sempre atendendo as ocorrências de 190 e realizando patrulhamentos nos bairros”, disse.

Patrulhamento mais presente

A ação contará com as viaturas e motocicletas da BM que realizarão abordagens em sequência afim de prevenir futuras investidas por parte dos criminosos. Policiais a pé farão um patrulhamento presente com os comerciantes e a população, que segundo Balardim, trará maior sensação de segurança e uma facilidade em situações de ocorrência.

O serviço de inteligência da BM também terá participação na Operação. Serão eles os responsáveis pelos levantamentos das áreas comerciais mais vulneráveis e pelo monitoramento de suspeitos que adentrarem no perímetro da cidade. “Tudo isso está sendo feito para os comerciantes e as pessoas tenham segurança nas compras de final de ano. Agora com o
13º , com as festividades os criminosos saem às ruas para cometer os delitos, mas vamos atuar forte no preventivo e ostensivo”, finalizou Balardim.

“Temos que valorizar essa segurança”  

A operação será atuante em pelo menos quatro regiões da cidade. Nas imediações do bairro Vila Branca, que contempla a Avenida dos Estados, a Morada do Vale com a Alexandrino de Alencar, o Centro de Gravataí e o Parque dos Anjos com Avenida Antônio Gomes Correa. 

“Essa ação é importante para o comerciante, mas principalmente para toda a cidade. É uma proteção que será garantida as instituições financeiras e estabelecimentos, mas em um caso de roubo é o cidadão que paga, porque eles vão sempre atacar o indefeso, o popular. Gravataí está de parabéns pela ação e que possamos confiar na Brigada e ajudar nesta ação a ser desenvolvida”, disse o presidente do Sindilojas, José Rosa (esq).

Write a Comment

view all comments