Polícia vai investigar denúncia de idoso agredido no hospital após ser acusado por furto de celular

Publicado

-

Conforme o registro policial, o idoso foi agredido fisicamente no interior do Hospital. Foto: Odair Goulart/Reprodução

A Polícia Civil de Gravataí já tem conhecimento e deve apurar nos próximos dias a denúncia de agressão a um idoso de 62 anos, ocorrida na madrugada deste sábado (18), no Hospital Dom João Becker, em Gravataí. Conforme o registro policial feito por familiares, Everaldo da Silva Fonseca estava na casa de saúde, quando teria sido acusado do furto de um celular, de propriedade de uma das funcionárias.

Ainda conforme relatado, o idoso sofreu agressões físicas e verbais para que devolvesse o aparelho. Entretanto, o celular foi encontrado minutos depois, em uma outra sala. Se não bastasse, a companheira de Everaldo, Maria Gonçalves Lopes, acabou sofrendo uma parada cardíaca, vindo a falecer minutos depois. O caso gerou revolta nas redes sociais.

Em contato com a reportagem, o delegado Márcio Zachello, titular da 1ª Delegacia de Polícia de Gravataí, informou que aguarda o registro policial e que vai apurar as denúncias apresentadas na ocorrência. Ainda segundo ele, pelo menos dois crimes podem estar configurados nos relatos apresentados. A reportagem do Giro de Gravataí busca contato com o Hospital Dom João Becker.

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *