Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Polícia

Polícia investiga se morte misteriosa de 13 cavalos em Gravataí foi criminosa

Publicado

-

Foto: Márcia Becker/Canil Municipal de Gravataí/Divulgação

A 1ª Delegacia de Polícia (DP) de Gravataí abriu um inquérito e iniciou as investigações para apurar a morte misteriosa de 13 equinos em uma comunidade rural, na região da Costa do Ipiranga. Os investigadores iniciaram com os depoimentos de testemunhas e dos próprios donos dos animais, que segundo eles, viviam soltos em uma grande área descampada, e que faz divisa com o município de Sapucaia do Sul.

Sob a coordenação do delegado Márcio Zachello, os policiais buscam identificar se o fato foi criminoso ou os animais ingeriram ou inalaram algum tipo de substância química que possa ter ocasionado a morte repentina. Para a ativista e diretora do bem-estar animal de Gravataí, Márcia Becker, os animais morreram de intoxicação, e também não descarta que eles tenham sido envenenados por ação humana.

“Os laudos ainda não chegaram. Não descartamos que tenham sido envenenados por alguém, mas isso é muito cedo para ser constatado. Uma das hipóteses é que eles tenham tido contato com algum material recolhido pelos recicladores que poderia ser tóxico, alguma coisa que eles possam ter ingerido e que ocasionou a morte deles, destacou Márcia.

Órgãos de fiscalização de Gravataí, Sapucaia e do Estado acompanham o andamento do caso. Ao todo, 11 éguas e dois cavalos morreram entre a terça e quinta-feira desta última semana. Veterinários do centro de pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) estiveram no local e também coletaram amostras dos animais.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias