Destaque Home

Gravataí pode perder 17 médicos cubanos após anúncio do governo federal

Publicado

-

Conforme o levantamento feito pelo governo federal após o anúncio – não oficial, da saída dos médicos cubanos do programa Mais Médicos, 611 municípios ficarão sem os profissionais, que atendem em unidades básicas de saúde e unidades de emergência. Em Gravataí os números também preocupam. Conforme o secretário municipal de saúde, Jean Pierre Torman, 36 médicos fazem parte do programa no município, e 17 deles são cubanos.

Ainda segundo Jean, o governo municipal não conseguiu dimensionar o deficit que isso irá causar nos atendimentos na área da saúde, e aguarda um comunicado oficial do Ministério da Saúde para começar a suprir a falta do profissionais.

“A situação pode traz efeitos imediatos na saúde. Nem conseguimos dimensionar isso para poder colocar um plano em prática. Esperamos que com a oficialização da saída, o governo federal possa suprir os municípios, afim de que não cause prejuízo aos usuários do sistema de saúde aqui em Gravataí”, disse Torman.

Os médicos que atuam em Gravataí fazem parte da Estratégia de Saúde da Família. Cada profissional está responsável por cinco mil pessoas na cidade, e caso ocorram as saídas, as regiões – principalmente nas áreas rurais de Gravataí poderão ficar desassentidas.

Foto: Agência Brasil de Comunicação

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias