Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Defesa Civil de Gravataí alerta sobre o aparecimento do escorpião amarelo

São diversas as notícias sobre o encontro de escorpiões amarelos em Porto Alegre.Nesta ultima semana, a Vigilância Sanitária da cidade já havia identificado pelo menos sete bairros que ocorreram o aparecimento do animal, que embora não sejam agressivos, tem uma picada dolorosa e que pode levar à morte, conforme contam especialistas em artigos sobre o animal.

O primeiro caso de aparecimento da espécie Tityus Serrulatus foi registrada em 2001, na Central de Abastecimento do Rio Grande do Sul (Ceasa). Nos casos registrados nesta última semana, os animais foram localizados nos bairros que ficam próximo da central. Especialistas acreditam que o aracnídeo, que é originário de Minas Gerais, tenha vindo em meio as cargas dos caminhões de hortifrutigranjeiros.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Gravataí, oficial da Guarda Municipal, Paulo Roberto, não existe nenhum registro do escorpião em Gravataí, mas pela proximidade com a capital e necessária algumas medidas de prevenção. “Não temos conhecimento de nenhum caso na cidade, mas as pessoas tem que tomar alguns cuidados. O escorpião se alimenta de baratas e normalmente eles poderão ser encontrados em locais com muito lixo, entulho e esgoto”, reforçou Roberto.

Ele ainda afirma que caso ocorra algum encontro com o animal, a Defesa Civil iniciará um mapeamento da área para evitar a proliferação dos escorpiões, afim de delimitar a área de vivência deles. Roberto ainda ressalta que o animal só ataca se for tocado, mas pede muito cuidado e cautela. “Se ver um animal desses, tentar fazer uma foto, mas de longe para que possamos ter a certeza que se trata de um amarelo, e assim, ligar para os órgãos competentes e informar. Se for picado, ligar e avisar para qual hospital está indo afim de agilizar o processo de atendimento”, finalizou Paulo.

O que você precisa saber

O escorpião amarelo é mais perigoso de toda a América do Sul. Sem enxergar muito, os escorpiões amarelos vivem em locais escuros, quentes e úmidos. No entanto não saltam e só realizam ataques se forem tocados. Carnívoros, alimentam-se de baratas e aranhas. Existem casos de escorpiões amarelos que se alimentaram de outros escorpiões de mesma espécie. 
Eles podem sobreviver sem alimentação por até seis meses. 

Encontrei um ou fui picado, e agora? 

A principal recomendação dada por especialistas é matar o animal de forma segura, com o emprego de algum instrumento que dê distância entre a pessoa e o animal. Esmagar apenas com calçados altos e fechados. Especialistas não recomendam a tentativa de captura.

Em caso de picada de um Escorpião amarelo, deve-se lavar o local com água e sabão e levar a pessoa até um posto de saúde ou hospital. É indicado também que a vítima faça o contato com órgãos competentes, afim de orientações antes de ir para o hospital, assim saberá tomar medidas mais corretas e que poderão ajudar no tempo resposta até o atendimento. 

Corpo de Bombeiros de Gravataí – 193

Brigada Militar – 190 

Guarda Municipal de Gravataí – 153

Defesa Civil de Gravataí (51) 99332-7585 

Agência Nacional de Vigilância Sanitária – (51) 3371-4520 ou (51) 3358-2459

Vigilância Sanitária de Gravataí – (51) 3600-7740

Grupamento Ambiental da Guarda Municipal de Gravataí – 3490-1233

Centro de Informação Toxicológica (CIT) do Estado- 0800 721 3000

Write a Comment

view all comments