Conheça Orlando de Souza: “O vovô corredor”



47c0f392-484f-4822-94bb-2f352c727c21

As duas primeiras medalhas que Orlando ganhou no ano de 1983, em Porto legre (esq). E a  principal medalha que ele exibe com orgulho é da corrida de São Silvestre, em São Paulo (Dir).

O “vovô corredor” se chama Orlando de Souza, tem 78 anos e a 30 é morador do Bairro Bonsucesso, em Gravataí. Com um currículo de dar inveja, ele exibe com alegria seus exatos 228 troféus que estão expostos na sala de sua casa.

Orlando participa de corridas e maratonas a 46 anos, foi eleito o atleta mais antigo no município em atividade. Já teve o nome registrado no Ranking Brasileiro de atletismo, ficando em 23º lugar na categoria a partir dos 69 anos.

Conhecido em praticamente todo estado, o “vovô corredor” já passou por diversas cidades, como; Carlos Barbosa – onde recebeu um troféu por ser o corredor mais velho da categoria, Sapiranga, Rio Grande, Igrejinha, Cachoeirinha, nas capitais Florianópolis e São Paulo, todas trazendo de volta na bagagem, um troféu ou medalha para Gravataí. A corrida de Maior expressão para Orlando foi no dia em que ele viajou para São Paulo e participou da São Silvestre, uma marco muito importante na sua carreira, conta ele.

Por onde ele passa no interior do estado, é reconhecido, pelos moradores e atletas, porque ele chama a atenção, com seus 78 anos deixando muita gente nova para trás. Devido a falta de investimento no esporte, Orlando se sente triste por não ter o reconhecimento da cidade que ele honrou nas corridas por muitos anos.

 

3f3af342-4015-42c4-ae87-e3d689a6b298

Com o sorriso no rosto, Orlando exibe suas primeiras medalhas conquistadas no ano de 1983

“Muitas vezes sinto vergonha de dizer que estou representando Gravataí, ninguém me conhece no município, em cidades do estado como Ex: Carlos Barbosa, todos sabem quem é o Orlando, fico triste pela falta de incentivo na cidade, não por mim, mas para estes jovens que praticam o atletismo”, comenta ele. Ainda participo de corridas, porém a falta de patrocinadores me deixa um pouco desanimado, mas mesmo assim com muito custo continuo fazendo o que eu gosto.

E assim seu Orlando segue sua vidacom os seus 78 anos ele continua esbanjando saúde, afetado pela perca de audição, ele continua sonhando que ainda irá voltar a correr. – O amor ao esporte não tem idade!

Para ajudar Orlando, O “vovô corredor” você pode ligar através dos telefones: (51) 84056401 (Cida) e (51) 92787744 (Cátia).

 

 


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *