Geral

Santa Casa implanta novo serviço de obstetrícia no Hospital Dom João Becker   

Publicado

-

Além de novos médicos, setor também conta com uma nova coordenação. Foto: Natacha Oliveira/ HDJB

A  Santa Casa de  Misericórdia de Porto Alegre, mantenedora e administradora do Hospital Dom João Becker, implantou um novo serviço de obstetrícia no hospital de Gravataí. Ao todo, 24 novos médicos obstetras, oriundos da Santa Casa e do Hospital São Lucas da PUCRS, iniciaram suas atividades no último dia 15. O Centro Obstétrico também ganhou um novo coordenador, o ginecologista e obstetra Breno Acauan Filho, graduado em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e professor da Escola de Medicina da universidade desde 1988.

O coordenador salientou que os protocolos de atendimento estão passando por uma revisão para qualificar a assistência. Além disso, destacou a importância do convênio da unidade de saúde com a PUCRS, que proporciona a formação de recursos humanos para a área da saúde. “Um aspecto importante da parceria do Becker com a PUC é a possibilidade de qualificarmos a formação de doutorandos e residentes”.

O superintendente do Hospital Dom João Becker, Antônio Carlos Weston, afirmou que a mudança na equipe tem como objetivo qualificar e humanizar os processos assistenciais do cuidado materno-infantil. “Queremos, cada vez mais, qualificar o atendimento e aumentar a segurança das nossas pacientes e dos bebês. Neste momento tão importante na vida da mulher é necessário que ela se sinta acolhida, por isto a importância da humanização do processo” finalizou. 

O Centro Obstétrico do Hospital Dom João Becker, onde são realizados em média 200 partos por mês, conta com três salas de PPP (pré-parto, parto e puerpério) nos moldes preconizados pelo Ministério da Saúde, com instalações e equipamentos modernos que proporcionam a opção de parto humanizado para as gestantes, além de sala de reanimação e cuidados especiais ao recém-nascido, sala de admissão e triagem de pacientes, leitos de observação, poltronas para medicação, espaço de ambulação e estar para parturientes, posto de enfermagem e sala de espera para acompanhantes com visor para interação com o bebê. Os atendimentos são realizados pelo SUS, convênios e particular.