Polícia

Preso segundo acusado de assassinar trabalhador em casa durante confraternização em Gravataí

Publicado

-

Com a prisão do segundo autor, Delegacia de Homicídios de Gravataí encerrou o caso. Foto: Polícia Civil de Gravataí/Divulgação

A Delegacia de Homicídios de Gravataí colocou atrás das grades o segundo acusado de assassinar um homem durante uma confraternização que ocorria em sua casa, na madrugada do dia 27 de abril de 2019, na Rua Boqueirão, no bairro Sagrada Família, em Gravataí.

Na época, o crime gerou dúvidas, já que Gerson Timmers de Souza, de 29 anos, foi morto com um único disparo na região da cabeça. Dois homens foram vistos fugindo do local após o tiro, levantando a hipótese de um possível latrocínio – roubo seguido de morte.

Entretanto, no decorrer das investigações, coordenadas pelo delegado Eduardo do Amaral, os agentes chegaram à motivação. Os dois autores, pertencentes a um grupo criminoso que atua na traficância da região, foram até a casa de Gerson, já que tinham suspeitas de que ele estivesse escondendo um homem, algoz da dupla, pertencente a uma facção rival.

Durante a discussão, e mostrando estar entre amigos, Gerson foi morto. Desde então, a dupla era procurada. Foi em outubro de 2019 que a polícia localizou o primeiro autor. O homem, que estava foragido pelo crime, foi capturado e já havia sido condenado por um outro homicídio, além do crime de ocultação de cadáver.

Na manhã desta sexta-feira (22), a investigação foi concluída, com a prisão do segundo autor. O homem de 23 anos estava foragido pelo crime e foi preso no bairro Rincão da Madalena. Ele não resistiu à prisão e já possuía antecedentes criminais.