Padre Fabiano | Inícios

Publicado

-

Reprodução/Divulgação

Há quem diga que a vida é uma longa e única estrada, que inicia quando nascemos e, cujo ponto de chegada, alcançamos quando fechamos definitivamente os olhos – ou quando nos fecharem os olhos – e exalarmos o último suspiro da existência. Eu acredito que a vida não é uma estrada, mas um caminho, que nos leva à felicidade se soubermos percorrê-lo com galhardia, e se trilharmos com as ferramentas certas.

Esse caminho não é uma linha reta, mas é sinuoso, com subidas e declives, ora asfaltado, mas em sua maioria esburacado. Esse caminho tem várias ruas adjacentes, que vão podem ser usadas como pequenos desvios, ou melhor, como mudanças de rota, mas que não nos deixam de conduzir ao destino final.

No caminho da vida há a estrada principal, que é o cerne de nossa vida, o eixo principal, a espinha dorsal, mas há também as vias paralelas, que incrementam o sentido da estrada principal. Tenho trilhado o caminho do sacerdócio há seis ano, e posso afirmar que não me arrependo de ter dito sim ao chamado de Deus. Contudo, há pequenas estradas adjacentes nesse caminho, que vem incrementar a felicidade que vivo desde 2013.

Hoje, estou iniciando em uma dessas pequenas estradas, a de colunista deste importante veículo de comunicação de nossa cidade. Convite feito, convite aceito. A proposta é que a Igreja Católica tenha espaço na mídia secular, que possa erguer sua voz bimilenar e apresentar sua visão de mundo, sua opinião. A ideia é que vivamos aquilo que o Papa Francisco tem pedido desde que foi eleito para o trono de São Pedro, que sejamos uma igreja em saída, que não fique fechada na sacristia.

Agradeço a oportunidade oferecida pelo Giro de Gravataí de integrar sua equipe de colunistas. Todas as semanas farei uma reflexão sobre algum tema da atualidade. Não falarei somente sobre religião; mas sou um homem religioso, creio em Deus, e sou padre, e não posso deixar minha essência de lado ao escrever meus textos, porque enxergo a vida com os olhos da fé em Deus.

Que esse caminho iniciado hoje seja frutuoso. Permitam-me entrar em sua vida através do celular, do tablet, do note, e acompanhe minha coluna todas as semanas. Deus abençoe!

 

Fabiano é bacharel em História pela PUCRS, Mestre em Teologia pela PUCRS, Agente de Pastoral na Rede São Francisco e Pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças.

Publicidade
1 Comment

1 Comentário

  1. Bianca Antunes

    13 de janeiro de 2020 at 10:38 pm

    Com certeza o giro de Gravataí ganhou mais um membro do bem e de coração enorme. Seja bem vindo padre Fabiano, esperarei ansiosa para ler sua coluna.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *