Geral

A importância de impor limites às crianças é o tema de live com profissionais nesta noite

Publicado

-

Crianças podem ficar mais ansiosas durante o isolamento social. Foto: TV Brasil

Neste período de distanciamento social, com as escolas fechadas, as crianças tendem a ficar mais estressadas e muitas vezes os adultos podem não saber como agir. “Percebe-se que os pais muitas vezes ficam perdidos, não desejam ser autoritários, rígidos, mas não devem ser permissivos e compensar as frustrações”, analisa a psicóloga Rosane do Nascimento. Na noite desta quarta-feira (1°), ela participará de uma transmissão no Instagram com o colega Eduardo Simas, falando sobre a importância de impor limites na infância.

Durante a live, os profissionais irão responder às perguntas do público, ajudando os adultos a refletir sobre como agir. “Tenho recebido muitos questionamentos na minha prática clínica sobre como fazer os filhos estudarem, fazer as tarefas, principalmente nesse momento tão desafiador que estamos vivenciando”, revela a profissional. Rosane observou que neste período de pandemias, os pais “ficam inseguros e muitas vezes assustados com a escola on-line, filhos em casa em tempo integral e muitos com trabalho home office”, explicou.

Psicólogos Rosane Nascimento e Eduardo Simas vão responder às perguntas do público. Foto: Arquivo Pessoal

 

As dificuldades aumentam por conta do isolamento dos pequenos, apontou a psicóloga. “Sem contato com os amigos, com familiares. Muitos tinham várias atividades extra e no momento estão somente em casa. A dificuldade da adaptação gera ansiedade e frustrações. Muitas crianças e adolescentes podem apresentar dificuldade para dormir, irritabilidade e compulsão alimentar e por jogos!”, afirmou. A transmissão será às 20h30, no perfil do psicólogo Eduardo Simas no Instagram.