Trio pode ter sido executado por engano em Gravataí



policia-civil-dppa

Logo após um atentando ocorrido na noite do último domingo (11), no Beco Ambajú, bairro Santa Cruz, os agentes da Polícia Civil de Gravataí começaram a investigar o crime para saber suas motivações.

As vítimas fatais  identificadas como Vinícius Marinho Viana, 25 anos, Édson da Silva Rodrigues, 29 anos, e José Carlos Líbano, 43 anos, estavam em uma residência com outras pessoas, quando pelo menos quatro criminosos armados invadiram o local e abriram fogo contra as pessoas. Além do trio que foi morto, duas mulheres e uma criança foram atingidas pelos disparos. Mais de 40 tiros de 9mm, calibre 12 e até de fuzil 5.56 haviam sido disparados no local e ao longo do beco.

Conforme a Polícia Civil, o crime precisa ser bastante analisado, porém a principal suspeita dos agentes é de que o trio foi morto por engano.

“Os criminosos invadiram o Beco e efetuaram diversos disparos e fugiram, possivelmente entraram em um veículo e foram embora. Ainda tem muito o que investigar, porém a princípio as vítimas foram mortas por engano. Apenas um deles tinha passagens, e era por receptação, não se enquadra nos motivos para uma execução”. Contou um agente.

Segundo testemunhas, um dos criminosos que estava na ação gritou para os companheiros avisando que os mesmos invadiram a residência errada. Os executores fugiram em dois veículos.

Familiares e amigos das vítimas, relataram que as vítimas eram trabalhadores e estavam comemorando o aniversário de um deles. A Polícia Civil também não descarta a possibilidade da participação dos mesmos executores em outro atentado, ocorrido horas antes próximo ao bairro Vila Rica.

faixa


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *