Sócio de clínica em Gravataí é obrigado a pagar indenização após assediar funcionária



denuncia

O sócio de uma clínica de fisioterapia em Gravataí, foi acusado de assediar sexualmente uma fisioterapeuta que trabalhou na empresa entre 2010 e 2014. O homem que não teve a identidade revelada, terá que pagar o valor de R$ 100 mil de indenização por danos morais á profissional. A decisão foi determinada pela 1ª Vara do Trabalho de Gravataí .

A profissional começou a sofrer os assédios no segundo ano de empresa, em 2011. O sócio oferecia a ela viajens, jantares, e ainda enviava para a vítima mensagens de cunho sexual através do Facebook.

A profissional que também trabalhava para a Walmart, foi ameaçada pelo homem que se não aceitasse suas propostas, ele iria expor sua funcionária ao outro empregador e também aos professores de sua universidade para que não indicassem mais pacientes á fisioterapeuta.

A Juíza Cíntia Edler, responsável pelo caso, confirmou que as mensagens com as ameaças foram impressas e entregues à justiça. Algumas pessoas também foram testemunhas da vítima e fizeram os devidos relatos. O caso agora será investigado. O sócio da clínica poderá recorrer da decisão.

sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss


Escreva um comentário

ver mais comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *