Geral

Servidores flagrados fazendo sexo no Pronto Atendimento Municipal de Gravataí são demitidos

Publicado

-

 A foto ilustrativa foi ‘borrada’ para proteger a imagem dos pacientes que agudavam atendimento. Foto: Andreo Fischer/Arquivo pessoal/Divulgação

Dois servidores do município, lotados no Pronto Atendimento Municipal (PAM) 24 Horas de Gravataí, foram exonerados depois de quase um ano, desde que foram afastados de suas funções após serem flagrados fazendo sexo no interior da unidade, que fica às margens da ERS-118, em Gravataí. O caso teria ocorrido em agosto do ano passado, mas foi revelado no início desta semana.

Conforme o Processo Administrativo Disciplinar (PAD), instaurado no dia 27 de setembro, o homem e a mulher foram afastados após serem flagrados por um paciente que aguardava atendimento. Conforme testemunhas, ele passava pelo corredor quando notou o ato dos dois. No processo, consta a existência de um vídeo feito pelo denunciante que mostra os dois mantendo relações sexuais em uma das salas do Pronto.

No mês de agosto deste ano, uma portaria publicada no Diário Oficial de Gravataí exonerou os funcionários depois da conclusão do PAD. Ainda segundo testemunhas, os dois, que mantinham uma relação extraconjugal, atuavam juntos em uma área técnica. Ambos eram concursados do município. A reportagem do Giro de Gravataí  optou pela não divulgação dos nomes.

Publicidade
1 Comment

1 Comentário

  1. Bianca

    21 de novembro de 2019 at 5:17 am

    Nossa, decisão ridícula de usar essa imagem na matéria. Geral acha que os funcionários estavam transando ali nos corredores, na frente de todo mundo. Mas só pensam em “vender essa ideia” não é. Lucram com a difamação e infelicidade dos outros.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias