Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Destaque Home

Ruas de Gravataí apresentam diversos carros com placas Mercosul

Publicado

-

Andreo Fischer

Andando pelas ruas do Centro, ou até mesmo em outros bairros, é perceptível que alguns veículos sejam novos ou antigos, carregam a nova placa padrão Mercosul. Os motivos ainda são desconhecidos levando-se em conta que o emplacamento custa caro, cerca de R$ 250 em Porto Alegre contra R$ 120 do modelo vigente.

As novas placas são brancas e azuis, com elementos como bandeira do Brasil e o logo do Mercosul. Diferencia-se das cinzas por ter quatro letras, três números e um código QR, que permitirá a polícia ter a ficha completa do carro apenas escaneando com um smartphone.

O diretor geral do Detran RS Paulo Roberto Kopschina, explica que não há chance de regredir para as tradicionais placas.”Retroceder para a placa cinza seria primeiro um desrespeito muito grande com nossos clientes, com as revendas de veículos e com todos os envolvidos nesse sistema. Uma vez implantado, e implantado com sucesso, não tem mais como voltar atrás”.

O Giro de Gravataí consultou o Detran a respeito das placas, e o órgão não soube precisar quantas do padrão Mercosul tem em Gravataí, mas que no Estado todo foram emplacados mais de 65 mil veículos, num projeto que começou em 17 de dezembro como piloto, mas que no dia seguinte passou a ser obrigatório em todo o Rio Grande do Sul.

No dia do programa piloto foram emplacados 116 carros.

A exigência é valida para carros novos, transferência de cidade ou propriedade, veículos em mudança de categoria e casos de perda, furto e avaria, mas na prática, a população adere ao novo emplacamento por conta dos casos acima, já que por livre e espontânea vontade sairia um preço bem salgado.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias