Polícia

Preso homem suspeito de assassinar trabalhador na frente da esposa e do filho em Gravataí

Publicado

-

Casa do suspeito do crime foi incendiada. Investigação confirmou tratar-se de um incêndio criminoso. Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Delegacia de Homicídios de Gravataí confirmou no final dta (27) a prisão do homem de 48 anos, suspeito de assassinar a tiros Dalvan Darci de Oliveira, há cerca de um mês, na região do Morro Agudo, já na área rural de Gravataí. Conforme o delegado Eduardo do Amaral, o suspeito do crime foi detido no município de Chapecó, por policiais militares de Santa Catarina, coordenados pela Delegacia do município

Ainda segundo Amaral, a motivação para o crime teria sido uma briga entre casais. “Eram dois casais de amigos, que tiveram uma discussão. Logo em seguida, eles se visitaram e apaziguaram a situação. Entretanto uma das mulheres ligou para seu pai e informou sobre a briga. Quando a vítima seguia para sua casa, na mesma localidade, encontrou o pai da mulher, que iniciou uma discussão e desferiu os tiros”, resumiu o delegado.

Dalvan foi alvejado com três tiros na frente da esposa e do filho. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital. Desde então, investigadores buscavam pelo autor do crime, que deixou a residência aonde morava e passou a residir por endereços de familiares no Rio Grande do Sul e SC, aonde foi preso.

Ainda conforme apurou a investigação da Polícia Civil, um incêndio criminoso e o furto de cabeças de gado na propriedade do suspeito foram apontados como represália. No incêndio, além da residência, três veículos que estavam no pátio da casa foram consumidos pelas chamas. A reportagem do Giro de Gravataí não teve acesso ao boletim de ocorrência que dava conta do furto dos animais.

Mais

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *