Preso em ação da Brigada Militar confessa ser o autor de seis homicídios em Gravataí



Foto: Brigada Militar | Divulgação

Uma ação da Brigada Militar (BM) para combater a onda de violência no município, colocou atrás das grades quatro criminosos na noite desta terça-feira (26), em Gravataí. No entanto, o que seria mais uma prisão por tráfico e porte ilegal de arma, se tornou um caso de investigação para a Delegacia de Homicídios de Gravataí.

Um jovem de 22 anos, preso pelos policiais, confessou a autoria de seis homicídios na cidade durante o mês de setembro. Com um comparsa, que também foi preso na ação, foi apreendida uma pistola Cal .45, arma que segundo a polícia, foi utilizada para diversos homicídios. Identificado como Everton Luis dos Santos Dorneles, vulgo “Boquinha”, o criminoso já possuía antecedentes por tráfico de drogas e duas passagens por homicídio doloso.

Os crimes

O primeiro crime, revelado por ele, ocorreu no dia 10/09, quando dois jovens foram largados em via pública após serem executados com diversos tiros. O caso ocorreu no bairro Morada do Vale I. A segunda execução foi o duplo homicídio, esse ocorrido no bairro Marrocos, na altura da parada 74. Horas depois, junto com um comparsa, ele executou Rodrigo Ebertz, na Rua Antônio Bohn, no bairro Cohab C. O último foi registrado próximo da empresa Jackwall, no Distrito Industrial de Gravataí.

Em depoimento, ele atribuiu as execuções a guerra entre facções, que disputam territórios e pontos de tráfico de drogas. De acordo com informações apuradas pelo Giro de Gravataí, o criminoso prestou depoimento e já foi encaminhado para o presídio, devido sua alta periculosidade e também por ter sido jurado de morte por membros de facções rivais.


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *