Prefeitura realiza sorteio das famílias para 1.012 casas no Loteamento Breno Garcia

Foto: Prefeitura Municipal Gravataí | Divulgação

Com a manifestação do prefeito Marco Alba, a Prefeitura de Gravataí, através da Secretaria de Habitação, Saneamento e Projetos Especiais, deu início na manhã desta segunda-feira, 9, no salão principal da Igreja Encontros de Fé, na Parada 64, ao primeiro dia de sorteio das famílias para 1.012 casas do Loteamento Breno Garcia, começando pelos idosos e pessoas com deficiência (PCDs) e mais os grupos 2 e 3, segundo critérios da Caixa Econômica Federal. Nesta terça-feira, 10, será sorteada a lista de suplentes, inclusive de idosos e de PCDs. Com isso, o sorteio estará finalizado em dois dias.

“Trata-se de uma das maiores obras de impacto social da história de Gravataí, para a qual a Prefeitura está trabalhando de forma intensa e zelosa, para que essas famílias encontrem um ambiente em plenas condições de convivência, com todos os recursos de infraestrutura disponíveis, como nas áreas de educação, saúde, mobilidade e segurança”, disse o prefeito Marco Alba. Após a definição das famílias contempladas, a destinação das moradias também ocorrerá por meio de sorteio, em data ainda a ser definida. As outras 1.013 residências, do total de 2.025, estão destinadas a famílias que moram em áreas de risco, previamente inscritas exclusivamente para esse empreendimento.

Conhecidos os nomes dos sorteados, a próxima etapa será o exame do cadastro dessas pessoas pela Caixa, para verificar se todas se encaixam nos critérios exigidos. “Se houver alguma incompatibilidade de documentos ou desistência, teremos uma lista de suplentes”, explica a secretária de Habitação, Saneamento e Projetos Especiais, Luciane Ferreira, lembrando que os nomes dos contemplados serão informados pelos meios oficiais da Prefeitura, no Portal do Cidadão (gravatai.atende.net), nas redes sociais (Facebook) e em listas publicadas em jornais locais.

Em dezembro de 2016, a Prefeitura firmou contrato com o Senac, que fez o acompanhamento social para a definição das famílias a serem beneficiadas. A equipe de técnicos do Senac, composta por assistentes sociais, biólogos e pedagogos visitou in loco para averiguar as questões sociais das famílias. Receberam as visitas de acompanhamento social famílias de regiões em situação de vulnerabilidade social residentes em áreas de preservação permanente, alagadiças ou de leito viário situadas nos bairros Ambrozina, Caça e Pesca, Vila Imperial, Itatiaia, Jardim das Palmeiras, Padre Réus, Parque da Lagoa, Travessa Savana, Cegonheiros, Heineken, Xará, Vila Rica, Parque dos Anjos (ponte), além daquelas que estão com aluguel social municipal ou estadual.


Escreva um comentário

ver mais comentários