Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

“Potência no Mercosul, não acredito no fechamento” avalia prefeito após reunião com a GM

Foto: Giro de Gravataí/Especial

O prefeito Marco Alba esteve reunido na manhã desta segunda-feira (28) com representantes da General Motors em Gravataí aonde participou de um videoconferência com o presidente da montadora no Mercosul, Carlos Zarlenga. Conforme o prefeito, a GM apresentou durante a reunião o balanço de suas operações no Brasil, que conta com três plantas; São José dos Campos, São Caetano do Sul e Gravataí. Segundo os representantes, discussões foram abertas para tratar dos prejuízos nas montadoras do Brasil e na Argentina.

“A planta de Gravataí gera lucro, mas é incapaz de sustentar as demais. As medidas tomadas pela montadora tem uma visão ampla e geral. Se olhassem apenas para a nossa, não teria problemas, pois é a mais rentável no Mercosul”, destacou Marco.

Embora preocupado com o emprego de mais de oito mil funcionários que integram a planta da GM em Gravataí, e uma possível queda de 45% na arrecadação do município, o prefeito descarta um possível fechamento da multinacional na cidade, mas vê uma redução nos investimentos. “Como havia dito, a planta de Gravataí é lucrativa para a empresa, e por isso acredito que não será fechada.

O que pode ocorrer é o corte de investimentos, tornando a produção mais enxuta, mas que também afeta o município, não na proporção de um fechamento, mas com certeza alguns funcionários seriam demitidos, e isso que nos preocupa. Na quarta temos uma nova reunião juntamente com o governador Eduardo Leite. Eles vão apresentar suas propostas. Temos que ouvir. Demos que respeitar a empresa que nos dá lucro e garante o sustento da população”, finalizou ele.

Write a Comment

view all comments