Polícia prende o primeiro do bando envolvido no atentado a tiros na Morada do Vale



Foto: Polícia Civil | Divulgação

Sem resistir a prisão, Douglas Oliveira Carvalho foi preso na última sexta-feira (10), apontado pela polícia como um dos autores do maior atentado a tiros da história da cidade, ocorrido na Morada do Vale II, que deixou duas pessoas mortas e outras 33 feridas. O caso, que virou notícia internacional, e que mudou a rotina das forças de segurança do município, parece não ter comovido os autores do crime. Douglas foi preso em um apartamento no bairro Vera Cruz, menos de dois quilômetros de onde participou do atentado a tiros.

De acordo com o Delegado Felipe Borba, titular da Delegacia de Homicídios de Gravataí, oito pessoas já foram identificadas, seis delas estão foragidas. Borba ainda ressalta que as investigações avançaram após o auxílio de agentes cedidos do Departamento de Homicídios. Ele ainda conta com a ajuda da comunidade para localizar os demais envolvidos no atentado.

O primeiro identificado no ataque foi o jovem João Daniel Duarte de Souza, de 18 anos. Ele foi torturado e morto na última quarta-feira (08), na Estrada Abel de Souza, na Costa do Ipiranga. No dia, moradores acionaram a Brigada Militar (BM) para informar que havia um corpo enrolado em cobertores, às margens da estrada. Horas após o crime, a polícia confirmou que tratava-se de João Daniel. Conforme a perícia, o jovem sofreu diversos golpes de arma branca e também apresentava marcas de disparos de arma de fogo.

A polícia pede que qualquer informação sobre a localização dos outros suspeitos, seja feita o contato pelo telefone 3945-2741 ou pelo whatsapp 98608-8876.

Jovem que participou do atentado na Morada do Vale é encontrado morto em estrada de Gravataí


Escreva um comentário

ver mais comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *