Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Geral

Polícia desarticula quadrilha que tirava o sossego de moradores no Loteamento Princesa

Publicado

-

Moradores do Loteamento Princesa, que fica nas proximidades da parada 103 em Gravataí, poderão viver um pouco mais sossegados a partir de hoje. Pelo menos é o que projeta a Delegacia de Homicídios de Gravataí, coordenada pelo delegado Felipe Borba, ao desmantelar na manhã desta quarta-feira (31) uma quadrilha ligada ao tráfico de drogas na região e que “tocava o terror” nos moradores, desde as ordens de despejo até abrigos para eles em suas residências nos casos de ações policiais.

Conforme a investigação, a área já era monitorada há pelo menos um ano, quando diversas ações preventivas foram feitas para coibir o tráfico de drogas. Ainda segundo a polícia, os bandidos não se intimidavam fácil, e faziam um livre comércio de drogas à luz do dia, caminhando pelas ruas com armas nas mãos. 

O estopim para a Liberdade

Liberdade foi o nome de batismo dado pelos policiais à operação, que tinha por objetivo, além de interromper a atuação da quadrilha, dar emancipação para os moradores que viviam diariamente sob pressão e ameaças.

Mas o estopim para o desencadeamento foi o assassinato do jovem de 21 anos, Djovany Teixeira Machado. Conforme a investigação, um dos traficantes preso nesta manhã teria descoberto que sua namorada estava saindo com um homem, amigo da vítima. Foi então que o acusado, acompanhado de outros dois jovens, chegaram e atiraram contra Djovany, que morreu na hora. 

Prisão bônus

Dos cinco procurados na operação desta manhã a polícia prendeu quatro. Eles, com idades entre 18 e 25 anos eram conhecidos e apontados por outros homicídios ocorridos na cidade, e avaliados pela polícia como “pessoas frias e traiçoeiras”, como contou um policial. No entanto, a caçada do agentes prendeu um velho conhecido, recompensa da ação desencadeada no loteamento.

Moisés Uilian da Silva Silveira, 28 anos, o famoso “Dragão”. Foi no dia 31 de agosto de 2017 que ele ficou conhecido após aparecer em um vídeo celebrando a captura de dois homens que seriam seus inimigos. No vídeo, os dois jovem que eram primos, foram obrigados a cavar a própria cova, aonde foram mortos a tiros e tiveram seus corpos carbonizados. O crime chocou o país e foi destaque em todo o mundo com matérias em jornais de grande repercussão como El Clarin, Daily Mail e outros.


O Conselho Tutelar de Gravataí também compareceu na delegacia após a polícia constatar que pelos menos três crianças vivam nas residências aonde os criminosos se abrigavam. Conforme o conselheiro tutelar, Emerson Brum, três crianças entre 3 e 5 anos foram atendidas e entregue aos familiares, já que conviviam indiretamente com o tráfico de drogas. “Elas ficavam ali enquanto os homens traficavam ou se escondiam. Correriam muito risco. Fizemos todo o procedimento e encaminhamos estas crianças para familiares, longe da criminalidade”, contou Emerson.

Paz no Loteamento 

Nas residências dos criminosos a polícia também localizou uma quantidade de drogas, dinheiro e três armas. Uma delas de fabricação artesanal, que representa uma submetralhadora 9mm. Embora tenha sido produzida com ferro e até dobradiça, o poder de fogo é o mesmo de uma arma legítima. 

A polícia avaliou como positiva a operação e busca agora continuar o monitoramento nas áreas deflagradas afim de coibir o tráfico. Eles também pontuar a agilidade da justiça nas representações contra os acusados. “Agora é continuar monitorando o bairro, que está livre desse pessoal. Inúmeras eram as ligações de moradores pedindo providência pois a repressão era grande. A rápida ação da justiça quanto as nossos pedidos também foram essenciais para o sucesso da ação”, disse um policial. 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias