Polícia Civil pede prisão de dois homens que participaram da execução de primos no Loteamento Xará



A Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Gravataí, pediu a prisão preventiva de dois homens nesta quinta-feira (31), que segundo a investigação, tiveram participação ativa na morte de Vitor Matheus da Rosa, de 22 anos, e do seu primo, de 17, ocorrida na sexta-feira do dia (25). O crime que chocou o município, foi destaque também na mídia nacional.

No vídeo gravado pelos criminosos, é possível ver as duas vítimas cavando sua própria cova. Em outro momento, eles se deitam dentro do buraco e são alvejados por diversos disparos. A crueldade é tanta que os criminosos ainda atearam fogo no corpo da dupla. Para os investigadores, é possível concluir de imediato que a execução tenha sido motivada por uma disputa de território envolvendo duas facções criminosas que atuam na cidade.

De acordo  com o delegado Felipe Borba, titular da Homicídios de Gravataí, o caso segue em sigilo, mas diligências estão sendo feitas para capturar os criminosos envolvidos. “A gravação que circulou nas redes sociais ajudou a investigação a identificar os participantes do crime. Agora estamos fazendo buscas para localiza-los e concluir o caso”, contou Borba.


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *