Opinião política: As regras do jogo mudaram | André Santos



André dos Santos – Giro de Gravataí 

Não se espantem se vocês virem nas ruas uma campanha totalmente atípica nas eleições desse ano, é que no ano passado o congresso nacional aprovou diversas reformas na legislação eleitoral e essas mudaram muito o método antigo de fazer campanha.

Placa grande não pode. Adesivos por todo o carro não pode. Gastos exorbitantes não podem. Isso e aquilo outro não podem.

Muitas são as novas proibições no método de trabalhar a publicidade em campanha, sem contar o tempo, que antes era de noventa dias e agora passou para quarenta e cinco. Sim, essa será uma campanha diferente, e pra quem trabalhou anos a fio em pleitos eleitorais terá que reaprender como se faz campanha.

Mas quem sai ganhando com isso, os políticos ou a sociedade? Em minha opinião, os dois lados são favorecidos por um bem comum. O povo não quer saber de muitos materiais que sujam as ruas nem de barulho por muito tempo. O político bom de voto não terá como concorrente alguém que em época de eleição faça uma campanha cara tornando desigual a propaganda neste período.

Contudo, acho que a nova legislação eleitoral é bem vinda, menos tempo, menos gastos e menos material. Quem tiver voto, trabalho e conhecimento sobre a comunidade vencem.


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *