Opinião política: A eleição em Gravataí terminou, Daniel Bordignon é o novo prefeito



Das 17h horas do dia 02 de outubro até a manhã de hoje, se passaram 25 dias sem que a cidade soubesse quem seria o nosso próximo prefeito, o término da eleição em Gravataí não tinha mostrado para a nós gravataienses quem seria o próximo chefe do executivo municipal a partir de 2017. Porém, depois de hoje após uma decisão do TSE, por 6 votos a 1, Daniel Bordignon e Cláudio Ávila do PDT serão oficialmente prefeito e vice a partir de 1° de Janeiro de 2017.

Especulações eram feitas antes mesmo de a decisão judicial sair, e todos estão de olho em como será o primeiro governo de Daniel Bordignon fora do PT.

 

Daniel Bordignon

Ex-prefeito (1997-2004) e ex-deputado estadual (2007-2015) foi o precursor da dinastia petista em Gravataí, elegeu seu sucessor, Sérgio Stasinski em 2004 e liderava as pesquisas em 2008 quando teve sua candidatura impugnada pela justiça, mesmo assim, com a sua benção ele elegeu Rita Sanco que seria cassada pela câmara em 15 de outubro de 2011 depois de uma grande articulação política do então advogado Cláudio Ávila.

Cláudio Ávila

Advogado de vasto conhecimento jurídico foi o protagonista do único impeachment da história de Gravataí. Algoz do PT tirou não só Rita Sanco do poder como também trouxe Daniel Bordignon para o seu recém reformulado PDT em Gravataí. Forte opositor ao atual prefeito, deverá ser um dos maiores, se não o maior, vice-prefeito com ampla capacidade de articulação política tanto no município quanto no estado. Em seu primeiro mandato eletivo deverá por em pratica as ações que segundo ele, Gravataí precisava e o atual prefeito não as fez.

O governo

A partir de 1° de Janeiro de 2017 a cidade de Gravataí será governada por Daniel Luiz Bordignon e Cláudio Roberto Pereira Ávila, uma dupla que demonstra certa sintonia após uma brilhante vitória nas urnas graças à força política de Daniel e uma vitória no tribunal devido ao grande esforço jurídico que Cláudio fez para ter os 45.374 votos de sua chapa validada pelo TSE.

Após ver algumas movimentações de bastidores, passo a perceber que Bordignon irá mesclar seu secretariado entre técnicos e políticos, alguns nomes já são cogitados para assumir secretárias de ponta como José Ricardo Neves na Mobilidade Urbana e Marcos Monteiro na Fazenda, além do já cogitado Diego Pereira que foi Secretário de Obras no governo Rita Sanco.  Outros nomes poderão surgir após articulações políticas que poderão ser concluídas após essa decisão do TSE.

Com forte inserção nas comunidades mais pobres da cidade, Daniel não deve fazer diferente do que fez na primeira vez que foi prefeito, irá governar para os mais pobres. Irá levar a infraestrutura para a periferia e com uma prefeitura com as contas em dia, devera ter um governo de facilidades econômicas.

A base da câmara 

Arrancando com apenas três vereadores que hoje são sua base, já em 1° de Janeiro de 2017 esse número deverá ser maior,precisando de uma maioria legislativa, o PDT deverá articular alianças entre os partidos que hoje fazem oposição a Marco Alba (PSB, PSD e PSDB) e essa aliança deverá comprometer secretárias importantes para que esses partidos façam parte do governo de Daniel Bordignon.

 

Com forte aceitação popular e um caixa livre de dívidas, Daniel Bordignon terá mais facilidades econômicas e sociais para governar do que teve em seu primeiro mandato (1997-2000), até ai, nenhuma novidade, basta saber se esse é o começo de uma nova dinastia, agora pelo PDT, já que sabemos que Daniel Bordignon tem poder e força para tal feito.

 

2 comentários

Escreva um comentário
  1. Jader
    outubro 28, 11:13 Jader

    Errrrrrrouuuuuu

    Reply this comment
  2. Zecabalero
    outubro 30, 11:29 Zecabalero

    Vai fazer o que fez antes. Roubar, roubar e afundar a cidade em dívidas. Esse cara só engana a massa do povão burro e os fanáticos petistas de merda.

    Reply this comment

Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *