Motocicleta preta: Dupla vem “tocando o terror” em bairros de Gravataí

GABRIELLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

Em todos os casos de assaltos à pedestres que vem ocorrendo entre as paradas 68 e 72, duas características coincidem com os depoimentos de quem foi vítima dos roubos. “Uma dupla em uma moto preta”. Essa é a frase que ultimamente vem chamando a atenção dos profissionais da segurança pública e causando pânico nos moradores, principalmente aqueles que moram nos bairros; Bonsucesso, Morada do Vale e Planaltina. 

Conforme testemunhas, a dupla é responsável por diversos assaltos que vem ocorrendo no município. A forma de abordagem é sempre a mesma; a motocicleta acompanha a vítima e o carona anuncia o assalto. Durante a última semana, foram registrados mais de dez assaltos a pedestres com as mesmas características dos criminosos. 

O último relato

O último relato ocorreu no início da manhã desta quarta-feira (18). Através de uma rede social a mãe de uma jovem relatou que a filha aguardava o ônibus na parada quando foi abordada pelos criminosos. 

“Minha filha estava na parada (6:45) aguardando ônibus para ir ao trabalho, dois VAGOS MALDITOS colocaram a arma na cabeça dela fizeram ela abrir a mochila e entregar o celular….Felizmente só foram as coisas materiais.  A moto era preta e capacetes pretos… Camiseta listrada azul e o outro com camiseta preta…”

Brigada Militar intensifica o patrulhamento 

Nossa reportagem entrou em contato com o 17º Batalhão de Polícia Militar de Gravataí que informou fazer relatórios e mapeamentos das áreas onde existe maior índice de criminalidade. Assim semanalmente são feitos patrulhamentos ostensivos nos bairros indicados.

sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss


2 Comentários

Escreva um comentário
  1. roberta
    Janeiro 18, 18:16 roberta

    Fui assaltada quinta passada, esses filhos da mãe são da Vila Rica, moram próximo a rua Osasco

    Reply this comment
  2. Erick
    Janeiro 18, 20:49 Erick

    Ou seja… Nada está sendo feito. Se a BM não tem condições de nos dar segurança, se escondendo atraz de burocracia. Deveríamos mesmo andar armados. Aposto que se fosse assim esses vagabundos já estariam no inferno.

    Reply this comment

Escreva um comentário

ver mais comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Campos obrigatórios marcados como *