Morte de “caolho” teria sido motivada por acerto de contas



“Ninguém sabe, ninguém viu”, é assim que se encontra o caso de Jaderson Micheloto, 40 anos, executado a tiros na noite da última segunda-feira (04), na Rua Itajaí, bairro Vila Central. A perícia constatou que o homem foi alvejado por diversos disparos de arma de fogo. No entanto alguns vizinhos relatam apenas barulho de tiros, outros nem sequer isso.

A Polícia Civil de Gravataí começou a investigar o crime. Jaderson, mais conhecido pelos moradores como “caolho” não tinha passagens pela polícia e segundo vizinhos, era um homem trabalhador. Os agentes agora buscam testemunhas e pistas para descobrir o motivo pela qual “caolho foi morto”. Informalmente, vizinhos indicam que Jaderson era usuário de drogas, um acerto de contas seria o motivo do crime.

Para fazer uma denúncia anônima, a Polícia Civil pede que entre em contato pelo telefone (51)3431-5273.


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *