Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Luis Felipe | JMDB lança Clebes a prefeito; como fica a disputa para a sucessão de Marco Alba

Foto: Giro de Gravataí/Arquivo

Na última quinta-feira (6), a juventude do MDB de Gravataí registrou em ata e post na sua página oficial que seu candidato a prefeito é o presidente da Câmara de Vereadores Clebes Mendes. O movimento dá sequencia nos anúncios de candidaturas das lideranças partidárias à sucessão do prefeito Marco Alba.

Conhecido como o “Bolsonaro da Aldeia”, Clebes é vereador em segundo mandato. Foi reeleito em 2016 com 2.654 votos, a maioria vinda do Parque dos Anjos, seu bairro e reduto eleitoral. Presidente da Câmara Municipal, administrará, em 2019, um orçamento de 20 milhões de reais. De personalidade forte, Clebes vem surpreendendo aliados e adversários com uma postura ponderada à frente do legislativo, sendo alvo de elogios até da presidente do Sindicato dos Professores Municipais de Gravataí, Vitalina Gonçalves, com quem Clebes, no passado, travou discussões muito pesadas.

Como está a disputa interna?

Todos esperam pela decisão do prefeito Marco Alba, que já anunciou que falará sobre eleição apenas no segundo semestre. Enquanto o prefeito não fala, muitos falam por ele, inclusive a imprensa que já noticiou como candidatos: o secretário da saúde e procurador-geral do município, Jean Pierre; o secretário de trânsito Alison Silva; o presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente Luiz Zaffalon e Sonia Oliveira, secretária de educação. Além desses, há os nomes dos vereadores Alan Vieira, Nadir Rocha, e agora Clebes. Oficialmente, com ato e ata, os pré-candidatos são Sonia e Clebes, lançados pelas mulheres e pela juventude, respectivamente.

Mesmo com diversos candidatos, na verdade não há uma disputa no partido, ao menos não uma disputa justa pela vaga de candidato(a) à sucessão do prefeito. O candidato natural é, de fato, o ex-deputado federal Jones Martins. É ele quem acumula mais peso político, dentro e fora do MDB para assumir a tarefa de conquistar o terceiro mandato e ser o sexto nome do partido a comandar Gravataí. Jones fez 50 mil votos quando concorreu à prefeito pela primeira vez em 2008 e nas últimas eleições obteve mais de 15 mil votos, mas acabou não voltando para Brasília, e desde então articula, ainda muito focado nos bastidores, sua candidatura a prefeito.

Write a Comment

view all comments