Idosa morta a facadas pode ter sido vítima de latrocínio, diz polícia



16443167_1517011408316534_53426385_o

A morte brutal de Eva Mariza Vergara, 70 anos, ainda é um mistério para vizinhos e amigos da idosa. De acordo com eles, Mariza era uma mulher muito amada por toda a comunidade e também  era conhecida por desenvolver diversas ações sociais no bairro.

A vítima morava sozinha na residência de número 33 que fica na Rua Iraí, bairro Castelo Branco, em Gravataí. No local a Polícia Civil identificou que a janela dos fundos da residência havia sido arrombada e no sofá o corpo da idosa com diversos ferimentos de faca ou de algum objeto cortante.

Para os policiais da Delegacia de Homicídios de Gravataí o crime pode ser caracterizado como latrocínio, porém outra motivação não está descartada.

“Temos fortes indícios de que foi um latrocínio (roubo seguido de morte), no entanto temos que aguardar os laudos periciais para ter uma maior precisão. A residência estava toda revirada, quem entrou ali procurava algo. Outra coisa que nos chama a atenção é a janela dos fundos ter sido arrombada, isso também é um forte indício de que possivelmente alguém tentou efetuar um roubo ou furto na residência”, contou o agente responsável pela investigação do caso.

Agora é questão de tempo para a Polícia Civil de Gravataí identificar o que realmente ocorreu no interior da casa e encontrar os culpados pelo crime. Ainda segundo o agente, a vítima não possuía passagens pela polícia e também conforme depoimentos do local, Mariza era uma pessoa tranquila e de bom coração.

sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

1 comentário

Escreva um comentário
  1. fevereiro 13, 23:33 Polícia Civil prende suspeito de matar idosa a facadas em Gravataí – Giro de Gravataí

    […] e Proteção à Pessoa (DHPP), de Gravataí colocasse atrás das grades o suspeito de ter executado friamente Eva Mariza Vergara de 70 anos. O crime ocorreu no dia 29 de janeiro, na Rua Irai, bairro Castelo Branco. Na ocasião, o corpo de […]

    Reply this comment

Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *