Homem que matou esposa se apresenta e presta depoimento em Gravataí



“Ela era muito orgulhosa, eu não estou arrependido do que fiz”. Esse foi um dos trechos do depoimento de Jovelino Diniz, de 36 anos, autor confesso da morte de sua própria esposa, ocorrida na última quinta-feira (13), no bairro Costa do Ipiranga, em Gravataí.

Conforme a investigação, o homem, munido de um advogado, se apresentou nesta segunda (17) para prestar depoimento. Em oitiva, ele confirmou a execução da esposa e afirmou aos agentes que não se arrependia do crime. Ele ainda contou que a intenção era matar sua companheira e logo após tirar a própria vida, mas não conseguiu pois seu filho assistiu toda a cena.

A Polícia Civil trabalha agora para fechar o inquérito indiciando Jovelino pelo crime de homicídio doloso – quando há a intenção de matar. Ele deixou a delegacia ainda naquela tarde e vai responder em liberdade, já que não foi pego em flagrante.

Relembre o caso:

Uma mulher foi morta a tiros na tarde desta quinta-feira (13), no bairro Costa do Ipiranga, na área rural de Gravataí. De acordo com a Brigada Militar (BM), o autor do crime foi o próprio companheiro da vítima. Márcia da Rosa foi encontrada com ferimentos de arma de fogo pelo corpo.

Ainda segundo a BM, Jovelino Diniz, de 36 anos deixou uma carta explicando o motivo do crime. Ele tentou se suicidar, mas fugiu do local do crime minutos antes da chegada da polícia. Equipes fazem buscas na localidade para encontrar o autor. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios de Gravataí.

 


Escreva um comentário

ver mais comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *