Polícia

Gravataí ganha reforço nas investigações criminais

Publicado

-

Foto: Giro de Gravataí/Arquivo/Especial

Desde a última semana, Gravataí começou a receber os recém formados policiais para as delegacias distritais e especializadas na cidade. Eles fazem parte da última turma composta por 412 agentes nomeados pelo Governo do Estado, divididos entre inspetores e escrivães. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Gravataí foi a que mais sofreu mudanças.

Ao todo, dez policiais já estão divididos nos setores de investigação da DHPP para elucidar e prevenir crimes contra a vida. No entanto, sete deles chegaram substituindo os antigos que foram transferidos para outras delegacias. Três deles ocupam novas vagas, aumentando a capacidade de investigação das equipes na delegacia.

Conforme o delegado Eduardo do Amaral, titular da Homicídios de Gravataí, os agentes já começaram o trabalho de estudo da região para montar estratégias de combate ao crime organizado e tentar coibir os crimes contra a vida. “Eles já começaram. Quando chegaram realizamos a prisão de um foragido e dois dos novos já foram participar do cumprimento. Agora eles vão entender a dinâmica da cidade, as facções atuantes para ter um entendimento do território e assim atuar em investigações”, contou Amaral.

Ainda segundo o delegado, a chegada dos novos agentes irá diminuir o tempo resposta dos crimes a serem elucidados e poderá tirar a sobrecarga dos demais agentes. “É importante que agora consigamos tirar a sobrecarga do agentes, que antes sofriam com a falta de colegas. Agora, em casos de maior repercussão, vamos conseguir dividir as tarefas e separar em fases. Será um trabalho mais estruturado e consequentemente mais rápido”, finalizou.

Gravataí recebeu 32 novos policiais, muitos deles ocupam cargos em substituição. O Giro de Gravataí termina um levantamento para saber quantos agentes começaram a substituir e preencher novas vagas na Delegacia da Mulher, na 1ª e 2ª DP  e na Delegacia de Pronto Atendimento de Gravataí.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias