Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Gravataí forma mais de mil alunos no Proerd

Com as arquibancadas do Ginásio Aldeião lotadas, familiares, professores e autoridades viram Gravataí formar mais de mil novos “Proerdianos” – como são chamados os recém formados do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). A atividade desenvolvida nas salas de aula é uma iniciativa que ocorre em todos os Batalhões de Polícia do estado do Rio Grande do Sul.

E em Gravataí não é diferente. Na verdade é, pois a cidade foi destaque entre as turmas comparadas com outros municípios. A meta estipulada pelo Comando Regional era de 800 formandos no final do ano. Gravataí formou mais de mil. O tenente-coronel da Brigada Militar (BM) de Gravataí, Paulo César Balardim celebrou os números mas principalmente o aprendizado que eles levarão no combate e no distanciamento as drogas. 

“É muito importante que esses jovens possam desde cedo ir contra às drogas. Esse projeto conscientiza para que eles não fiquem vulneráveis. Além da prevenção, eles também moldaram seu lado cidadão, de ajudar o próximo, dos cuidados com o meio ambiente, do civismo e de tudo o que possa tornar eles pessoas melhores para um futuro melhor”, disse Balardim, visivelmente entusiasmado com o resultado de mais uma formatura. 

O enfraquecimento do tráfico

O Proerd também é responsável pelo enfraquecimento do tráfico de drogas. Isso por que o recrutamento para a venda de entorpecentes começa nas imediações das escolas, e tem preferência pelos jovens, já que pela maioridade penal não podem ser presos, voltando de imediato para as ruas e tornando o negócio rentável para a facção.

Foto: Tenente-coronel Paulo César Balardim na cerimônia de formatura.

“O projeto também ajuda a inibir o recrutamento dos estudantes no mundo do crime. Sabemos que a preferência do tráfico é sempre pelos jovens, e é isso que visamos combater. Que eles possam ser exemplos de cidadão, deem valor a família, mas principalmente a sua vida”, finalizou Balardim.

Ser exemplo e multiplicador das boas ações

O vereador Bombeiro Batista, que representou a Câmara de Vereadores de Gravataí e que entregou uma moção de parabenização ao Proerd, destacou também a importância dos jovens na valorização da vida e da multiplicação das ações de bem. “É importante que saibam desde pequeno os malefícios das drogas e o que isso afeta na família deles. Destrói! É importante também que os jovens repassem o aprendizado para os amigos e não se deixem influenciar por eles”, ressaltou o vereador.

Fala, Ana Paula

O mestre de cerimônia da BM foi chamando os policiais responsáveis pela formação dos “Proerdianos”. Em seguida foram chamados os alunos destaques do programa em 2018 e o sorteio de sete bicicletas e diversos outros presentes que finalizaram a formatura. Para a mãe do David, Ana Paula Salles da Silva, de 30 anos, o programa poderia ser inserido em todas as escolas da cidade, já que busca afastar e inibir que as crianças e os adolescentes tenham contato com as drogas desde cedo. 

“É muito importante, meu filho tem cinco anos e já está no programa. As mães e os pais tem que incentivar os seus filhos a combater as drogas e negar esse mundo desde os primeiros anos de vida. Esse projeto deveria ter em todos os lugares e em todas as escolas de Gravataí. Assim eles estão indo no caminho certo. Estou muito feliz com isso”, destacou Ana Paula. 

Estiveram também presentes na formatura o Capitão da BM, Ricardo Yadoya de Souza, o titular da secretaria de Segurança Pública de Gravataí, tenente-coronel Flávio Lopes e a coordenadora de educação da Guarda Municipal de Gravataí, Cibele Bitelo. 

Write a Comment

view all comments