“Gato de luz” no templo satânico em Gravataí

Polícia Civil | Divulgação

Uma ação da Delegacia de Polícia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio de Serviços Delegados (DRCP) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) foi na manhã desta sexta-feira (12) até o templo satânico, na Morungava. No local os agentes flagraram o furto de energia elétrica.

Segundo a Delegada Marina, os policiais civis diligenciaram, acompanhados de técnicos da concessionária de serviço público (RGE), em fiscalizações de estabelecimentos na região, quando constataram a ligação clandestina de energia elétrica, diretamente na rede da RGE, no chamado “Templo Satânico”. A energia elétrica do local foi cortada, porém ninguém foi preso porque não havia ninguém no local no momento da fiscalização. As investigações para responsabilização dos proprietários do local prosseguirão.

A Delegada Marina ressalta que o furto de energia por estabelecimentos comerciais e em eventos estão no foco de combate da Delegacia, pois, além de gerar grandes perdas na rede de energia, com prejuízos arcados por toda a população, e consequente diminuição de arrecadação de impostos, a conduta gera perigo e instabilidade na rede energética, além de promover concorrência desleal: “aquele que mantem comércio regularmente não consegue competir de forma igualitária com aquele que se vê livre do custo de energia intrínseco à atividade econômica”.


Escreva um comentário

ver mais comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Campos obrigatórios marcados como *