Força-tarefa realiza reintegração de posse na ERS-118 em Gravataí



Foto: Gabriel Siota Ganzer | Giro de Gravataí

Diversas forças da área da segurança pública cumpriram na manhã desta terça-feira (22), uma reintegração de posse em aproximadamente 21 residências e dez estabelecimentos comerciais, às margens da ERS-118, no bairro Santa Cruz, em Gravataí. Conforme o Oficial de Justiça, Jeferson Bandeira, responsável pela ação, a retomada dos terrenos faz parte de um processo que tramita no judiciário a mais de vinte anos.

“Nós, juntamente com as demais forças aqui presentes, e também as pessoas que serão removidas, participamos de diversas reuniões para tratar sobre este assunto. Estamos cumprindo a ordem de despejo. Os meios foram disponibilizados com antecedência para as famílias que quisessem sair de forma espontânea, e hoje, o estado está agindo com a remoção de todas as instalações irregulares às margens da rodovia.

Oificial de Justiça mostra os primeiros mandados de despejo aos moradores | Foto: Gabriel Siota Ganzer

Ainda segundo Jeferson, devido ao longo período de tramitação do processo, algumas famílias foram citadas, outras foram intimidas a deixar a área antes da ação de reintegração. Ele conta que em alguns casos as áreas eram comercializadas pelos moradores. “Em primeiro momento estamos cumprindo o que nos foi passado, mas obviamente pode haver recurso nestes caso e eles voltarem a ocupar essas residências, porém hoje nós devemos toma-lá para posse do estado.

Segundo o Coronel Padilha, responsável pelo 17º BPM, o apoio da Brigada Militar foi feito para que o processo de reintegração por completo e garante que o procedimento é padrão para todos os casos. “Essa retomada de terrenos às margens da ERS-118, conta com o apoio de diversos órgãos, pois dentro da reintegração tem diversas outras coisas que devem receber acompanhamento também, por isso a BM de Gravataí vai ao apoio para garantir a segurança de todos envolvidos”, contou Padilha.

Oficial de Justiça reunido com o comando da Brigada Militar | Foto: Gabriel Siota Ganzer

Além dos Oficiais de Justiça, ação de despejo contou com a presença da Brigada Militar (BM), Guarda Municipal e Ambiental, Corpo de Bombeiros, Socorristas do Anjos do Asfalto, Fiscalização de Trânsito, agentes do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (DAER) e técnicos da RGE e Corsan. Um helicóptero da BM também foi usado, segundo comando, apenas para mapear a área que está sendo reintegrada. Até o fechamento desta matéria nenhum incidente ou confusão ocorreu nas ordens de despejo.


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *