Entenda o caso: polêmica sobre show de Pabllo Vittar no dia 20 de setembro surgiu em Gravataí

Foto: Blog Helder Maldonado

No dia em que o Rio Grande do Sul celebra a Revolução Farroupilha, data máxima para os gaúchos, uma polêmica tem tomado conta das redes sociais e dividido a opinião dos “baladeiros” e dos tradicionalistas. O Show do artista Pabllo Vittar, está marcado para acontecer no feriado do dia 20 de setembro, no Pepsi on Stage, na capital Gaúcha.

Nas redes sociais, houve uma enxurrada de comentários a respeito. Muitos se dizem contra trazer o artista nesta data, pois conforme eles, desrespeita a raiz e o tradicionalismo gaúcho. Por outro lado, os comentários de fãs e simpatizantes do artista, não enxergam nenhum tipo de problema para que o show ocorra naquela data.

O jornalista e tradicionalista, Giovani Grizotti publicou em sua página oficial uma nota sobre o assunto. Para ele, não existe nenhuma polêmica. Ele ainda reforça que só seria contra esse tipo de show, no dia 20 de setembro, se o mesmo fosse ocorrer dentro da programação do Acampamento Farroupilha. Não por se tratar de um homem se vestindo de mulher, e sim pelo fato de não combinar com o gauchismo, contou ele.

Confira a nota na íntegra (Clique aqui)

O Giro de Gravataí também foi atrás para saber onde iniciou a polêmica. E ela vem de Gravataí. O show de Pabllo Vittar foi ideia do empresário Aldo Cândido, produtor de eventos, proprietário da Bistrô Produtora, responsável pelo show na capital.

De acordo com ele, o evento será feito no dia 20 de setembro apenas por uma questão de agenda. Ele ainda conta que a produtora não trouxe o show com o intuito de provocar polêmica e sim pela única dada disponível na agenda do artista, que está com grande procura pelas produtoras, após estourar com o novo hit, de Major Lazer – Sua Cara, em parceria com a cantora Anitta.

“A Bistrô produtora não buscou causar nenhum tipo de provocação ou algo semelhante. Junto com a ITA produções, vamos trazer o artista nesta data, pois é a única disponível para o sul, e ele está super em alta, não poderíamos perder a oportunidade. Já produzimos diversos outros shows em muitos segmentos, um deles do Cézar Oliveira e Rogério Melo, dois ícones do tradicionalismo, então realmente não há nada de polêmico nessa história. Existe espaço para todos os gostos, nós buscamos levar alegria para as pessoas e aproximar o artista dos seus fãs.”, afirmou Aldo.


Escreva um comentário

ver mais comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Campos obrigatórios marcados como *