Disputa por ponto de tráfico teria motivado execução na Morada do Vale II , diz polícia



dsc03066

Foto: Um carregador de pistola foi deixado em um veículo estacionado no pátio da casa.

 

“Acordei com o barulhos dos tiros.” “Choveu bala aqui.” Foram esses os comentários vindos dos moradores na manhã desta terça-feira (26), após uma execução ocorrida na Rua Lafayette, próximo a Escola Fundamental Alberto Pasqualini, no bairro Morada do Vale II.

Conforme relatos de testemunhas, por volta das 7h40 da manhã, pelo menos quatro homens armados invadiram a residência dizendo que eram policias. Foi neste momento que os tiros começaram. Um jovem que estava dormindo foi alvejado por diversos disparos, incluindo tiros efetuados de uma arma longa. Uma segunda vítima foi alvejada, porém conseguiu pedir ajuda e foi socorrida ainda com vida para o Hospital Padre Jeremias onde permanece em estado grave.

A Delegacia de Homicídios de Gravataí, chegou ao local e confirmou a identidade de um dos jovens. Ainda segundo a polícia, o crime pode ter sido motivado pela disputa por ponto de tráfico. Acredita-se ainda, que houve troca de tiros dentro da residência, onde uma terceira vítima teria conseguido fugir e pelo menos um executor poderia ter ficado ferido.

Crime pode ter relação com triplo homicídio

A polícia também não descarta a possibilidade de que o crime ocorrido nesta manhã, tenha ligação com o triplo homicídio na Avenida Elisa, que ocorreu no dia 18 deste mesmo mês.

“Estamos investigando ainda, porém algumas características já batem. Agora precisamos da confirmação, mas ao que tudo indica, esses homicídios estão por trás da disputa entre facções pelos pontos de droga no município. Além disso, os executores podem ter sido os mesmos no triplo homicídio na Avenida Elisa.” Conta um Polícia Civil.

Mercadoria suspeita na casa

No pátio da onde ocorreu o crime, policias encontraram um veículo onde em seu para-brisa havia um carregador de pistola. Já dentro da casa  foram encontradas diversas caixas embaladas contendo cigarros da marca Blitz. Até o momento não se sabe a procedência da mercadoria. A polícia agora busca pelos criminoso que promoveram o atentado.

faixa

 


Escreva um comentário

ver mais comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *