Polícia

Delegado suspeita que autor de crime no cemitério conhecia o local

Publicado

-

Investigadores e familiares percorreram os rastros deixados pelo corpo, que possivelmente foi arrastado até o matagal. Foto: Gabriel Siota Ganzer/Giro de Gravataí

Inicialmente apurado pela Delegacia de Homicídios de Gravataí, o caso da mulher de 49 anos, enterrada há um dia e que teve o corpo encontrado em um matagal no cemitério municipal do Rincão, em Gravataí, vai ficar com a 1ª Delegacia de Polícia de (DP). Investigadores fizeram o reconhecimento do local e a identificação de parentes e funcionários horas depois do caso vir à tona.

“Agora vamos solicitar a perícia que vai tentar identificar que tipo de violência esse cadáver sofreu, e investigando, ouvindo os funcionários para saber as motivações e a autoria do crime”, relatou o delegado Márcio Zachello, responsável pelo inquérito.

Peguntado sobre o perfil de um possível suspeito, o delegado aguarda o avanço das investigações, mas avalia que crime pode ter sido cometido por alguém que conhecia o local. “Não podemos confirmar nada, nem descartar, mas pelo o que foi apurado até agora parece que a pessoa conhecia bem o local”, destacou ele.

Entenda o caso

Túmulo é encontrado violado e corpo localizado em matagal no cemitério de Gravataí 

“Pensávamos que tivesse voltado à vida. Saímos para procurá-la”, conta irmã de mulher tirada de caixão 

 

 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias