Cruzeiro vence o líder e fica próximo da classificação

S17_6900

Herculano Spadaro – Giro de Gravataí 

Como vaticinei, a partida foi extremamente complicada e a vitória finalmente se materializou. Pois o Cruzeiro nas rodadas anteriores, empatou com o VEC e com o Caxias quando vencia até o final do jogo e cedeu o empate. Perdeu para o Grêmio onde teve uma bela apresentação no primeiro tempo, porém, não reproduziu no placar a superioridade, quem sabe se tivesse convertido o pênalti à história poderia ser diferente. Nunca saberemos!

Hoje enfrentou o líder que estava “virgem” no Gauchão! Alguns poderão alegar que o Noia estava desfalcado, um fato. Mas não podemos esquecer que o Estrelado também não pode contra com alguns titulares. O sistema defensivo do Cruzeiro esteve bem postado e o meio campo também contribuiu na proteção. Assim, a retaguarda Alviazul ficou coesa. O sistema ofensivo, foi através dos lados do campo, pelos alas John Lennon na direita e Sander pela esquerda em conjunto com Lucas Martins e William Kozlowski “alimentaram” Thiago Alagoano e Lucão que se movimentaram muito. Ai via-se porque o Noia é líder do campeonato.

Uma defesa forte, meio campo ágil que explorava a velocidade e o oportunismo de João Paulo, goleador do campeonato. É um time insinuante! No cômputo geral a partida foi parelha, inclusive nas expulsões, um zagueiro de cada lado. O gol que deu à vitória ao Cruzeiro, foi através de uma bola parada, dinâmica de jogo priorizada por ambas equipes, em face as dificuldades de possibilidades incisivas de gols.

O autor do gol foi Thiago Alagoano aos 13’ da primeira etapa. Venceu o jogo, quem teve competência na conclusão das raras oportunidades que surgiram. O Cruzeiro com à vitória esta com 10 pontos ganhos. Novamente tivemos bom público no Vieirão. No intervalo da partida houve uma homenagem as mulheres em razão do Dia Internacional da Mulher que ocorreu no dia 08/03. O Cruzeiro enfrentará o Passo Fundo no Vermelhão da Serra no dia 19/3 às 18hs.30min. pela oitava rodada.

Ficha técnica:

E. C. CRUZEIRO:
Deivity; John Lennon (Thiago Steffen), Dão, Vladimir e Sander; Tawan, Ronaldo Três (Matheus), Lucas Martins e William Kozlowski; Thiago Alagoano e Lucão (Wagner).
Técnico Ben Hur Pereira.

E. C. NOVO HAMBURGO:
Matheus Cavichioli; Angelo (Renan), Júlio Santos, Pablo e Assis; Amaral, Jardel, Juninho e Júlio Abu (Jeff Silva); Branquinho (Jefferson Assis) e João Paulo.
Técnico: Beto Campos.

Expulsões: Pablo (NH) e Dão (Cruzeiro)

Arbitragem:

Árbitro: Jean Pierre
Assistente 1: Elio Nepomuceno Andrade Júnior
Assistente 2: Antônio Lima Albornoz

Fotos: José Haag

faixa


Escreva um comentário

ver mais comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Campos obrigatórios marcados como *