Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Cinco perguntas e respostas para quem vai pagar o pedágio em Gravataí

Oficialmente amanhã, 15, inicia-se a cobrança de pedágio dos gravataienses na Freeway. O Giro de Gravataí preparou um mini-questionário com cinco perguntas para que o leitor entenda melhor esse processo, que será conduzido pela empresa CCR Via Sul, em substituição à Concepa. Logo abaixo do material, colocamos os valores das tarifas nas praças de Gravataí e Santo Antônio da Patrulha.

O que muda agora para a Freeway em relação à empresa anterior?

A partir do dia 15 de fevereiro os usuários passam a contar com toda uma rede de serviços, incluindo atendimento pré-hospitalar, atendimento com UTI Móvel, guinchos leves e pesados, painéis de mensagens variáveis, veículos e equipes de inspeção de tráfego; ouvidoria, site e 0800. Também nesta data a empresa inicia os serviços de recuperação de pavimento, sinalização vertical e horizontal, limpeza geral da rodovia, com capina, roçada e desobstrução de bueiros, entre outros. Os serviços de conservação serão permanentes. No atendimento aos usuários, entre as novidades está a implantação de monitoramento inteligente por câmeras, que cobrirá 100% da rodovia. Esse serviço será dotado do sistema DAI – com detecção automática de incidentes, o que melhorará e muito a agilidade e qualidade dos atendimentos, sempre que necessário.

Como a rodovia foi encontrada ao assumir a concessão?

Os serviços de manutenção que estavam sendo feitos pelo Dnit contribuíram para evitar uma deterioração maior do pavimento.

Qual o diferencial da CCR Via Sul em relação à manutenção e serviços na rodovia?

O Grupo CCR tem 20 anos de experiência em concessões de infraestrutura; atua em sete estados brasileiros com rodovias e mobilidade, além do exterior com concessões em aeroportos. Somente com concessão de rodovias são 11 empresas em cinco estados, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e agora chega ao Rio Grande do Sul com este grande desafio de cuidar de quatro rodovias que estão entre as mais importantes do Estado.

Quanto a empresa pretende faturar com a Freeway?

A empresa vai administrar quatro trechos de rodovias, a BR 290 – Freeway, a BR-101, a BR-448 e a BR-386. Nessas rodovias o VDM – volume médio diário, estimado é de 100 mil veículos. A receita de pedágio nessas rodovias somente poderá ser devidamente apurada depois da cobrança iniciada.

A empresa pretende isentar placas de Gravataí na praça de pedágio?

De acordo com o contrato de concessão, a isenção está prevista somente para veículos oficiais.

Pergunta extra:

Qual o custo estimado para manter os serviços e manutenções na rodovia?

A CCR ViaSul, nos próximos 30 anos de concessão, fará investimentos de R$ 7,6 bilhões em obras de melhorias e ampliação da capacidade das rodovias, além de outros R$ 5,6 bilhões em operação, conservação e monitoramento das rodovias.

Tarifas

CATEGORIATIPOSEIXOSRODAGEMVALOR
Gravataí
VALOR

S.A. Patru

1Automóvel, Caminhonete  e Furgão2SimplesR$ 4,40R$ 8,80
2Caminhão leve, Ônibus, Caminhão-trator e Furgão2DuplaR$ 8,80R$ 17,60
3Automóvel e Caminhonete com semirreboque3SimplesR$ 6,60R$ 13,20
4Caminhão, Caminhão-trator, Caminhão-trator com semirreboque e Ônibus3DuplaR$ 13,20R$ 26,40
5Automóvel e Caminhonete com reboque4SimplesR$ 8,80R$ 17,60
6Caminhão com reboque e Caminhão-trator com semirreboque4DuplaR$ 17,60R$ 35,20
7Caminhão com reboque e Caminhão-trator com semirreboque5DuplaR$ 22R$ 44,00
8Caminhão com reboque e Caminhão-trator com semirreboque6DuplaR$ 26,40R$ 52,80
9Motocicletas, Motonetas. Triciclos e Bicicletas-moto2SimplesR$ 2,20R$ 4,40

Write a Comment

view all comments