Caso Stage | Execução ocorreu por motivo fútil, aponta polícia na conclusão do caso



Foto: Polícia Civil | Divulgação

“Eles fizeram o uso de drogas e estavam pelo “bolo”. O primeiro que aparecesse eles iam pegar, o Luis Gustavo, infelizmente, foi a vítima, o cadeirante ficou na linha de tiro”. Em um outro trecho o investigador finaliza: “Eles estavam pela maldade!”. Foi assim que a Delegacia de Homicídios de Gravataí concluiu o inquérito da morte de Luis Gustavo da Silva, de 18 anos e do cadeirante Jorge Luis da Rosa, de 25 anos, ocorrida no último dia 02 de agosto, em frente a uma danceteria, na parada 75, em Gravataí.

Conforme a investigação, dois jovens, de 18 e 24, foram indiciados pelo crime. Eles aparecem em imagens das câmeras de segurança do estabelecimento. Todos foram identificados pelas roupas que estavam no dia da ação. Em uma das imagens, é possível perceber que um dos acusados entra dentro de um veículo e sai lentamente. Nesse instante é possível ver uma movimentação intensa de frequentadores no momento dos tiros. Minutos depois, os dois atiradores entram no carro e fogem da cena do crime.

Flagra no WhatsApp e indiciados 

Em conversa no aplicativo WhatsApp, a polícia concluiu que os jovens ficaram sabendo da execução que eles haviam feito e ainda debocharam das vítimas. “Trabalhador mas azar, mexeu com os cara errado”, enviou a mensagem a um outro parceiro de crime. Em outro trecho da conversa é possível perceber que os jovens planejam mentir em depoimento, alegando que tiveram o veículo roubado pelos supostos atiradores. “Olha ai “cpx” , fala que tu foi roubado, que levaram teu carro e já eras”, escreveu a um outro amigo.

O inquérito foi finalizado com o indiciamento de dois jovens pela morte de Luis e Jorge. Na mesma noite, a Brigada Militar (BM) prendeu em flagrante um dos executores. Ele e outros dois jovens portavam drogas e armas. O segundo indiciado já consta como foragido. Um menor de 15 anos também foi apontado como autor da execução. Ele foi ouvido e entregue aos responsáveis.

Relembre o caso

Vídeo: Polícia analisa imagens de câmeras para esclarecer morte em frente a boate em Gravataí


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *