Atividades Gratuitas para Escolas, confira!



e82f829243ce4c0b1298865b20a221a2SESC GRAVATAÍ APRESENTA “Concertos Didáticos”
Orquestra de Câmara da ULBRA | Entrada Franca
17/08 às 15h30
Teatro do Sesc Gravataí

 Orquestra de Câmara da ULBRA se apresenta no Teatro do Sesc em Gravataí no dia 17 de agosto às 15h30, pela Série de Concertos Didáticos. O projeto percorre cidades apresentando concertos gratuitos para alunos da rede pública municipal e estadual.O programa contempla estilos que vão do Barroco ao contemporâneo, passando também pela música popular brasileira.

A série Concertos Didáticos tem o objetivo de colaborar para o acesso à música erudita e trabalhar para a formação de novas plateias, incentivando a educação musical nas escolas para alunos e professores. A elaboração do repertório e a regência dos concertos são do maestro Tiago Flores, que desenvolve projetos nesta área há mais de dez anos.

Não fique de fora dessa! Agende sua escola!
Agendamentos somente através do telefone 51 3497-6174 falar com Fernanda Naimaier.

FORMAÇÃO PARA PROFESSORES
09/08 | 14h às 17h
 Entrada Franca
Teatro do Sesc Gravataí

A programação dos concertos também busca aproximar os professores à música orquestral: será oferecida uma formação gratuita ministrada pela Profa. Me. Nisiane Franklin da Silva, coordenadora do Curso de Licenciatura em Música do IPA, aos professores das escolas participantes do projeto.
Disponibilizamos material didático desenvolvido especificamente para esta formação, que também é adaptado para que os professores posteriormente o utilizem com seus alunos. Inscrições podem ser realizadas através do fone: 51 3497-6174

Serviço:
FORMAÇÃO PARA PROFESSORES
09/08 | 14h às 17h
Entrada Franca

SESC GRAVATAÍ APRESENTA “Concertos Didáticos”
Orquestra de Câmara da ULBRA | Entrada Franca
17/08 às 15h30

Teatro do Sesc Gravataí
Rua Anápio Gomes, 1241, Centro
Mais Informações podem ser obtidas através do Sesc Gravataí: 51 3497-6174

Sobre a Orquestra:

A Orquestra de Câmara da ULBRA foi criada em julho de 1996, com o intuito de somar-se às iniciativas da universidade nas áreas da cultura e dos programas comunitários. Desde então, a Orquestra desenvolve vários projetos: Concertos da Temporada, Música nos Campi e apresentações em eventos culturais. Tem como principal objetivo manter a excelência da execução e o alto nível de acabamento musical. Como reconhecimento deste trabalho, o grupo tem sido considerado, pela crítica especializada, uma das melhores orquestras de câmara do Brasil.

Na série Concertos da Temporada, realizados mensalmente, a Orquestra já contou com a participação de solistas de renome internacional como o contrabaixista Michinori Bunya (Alemanha/Japão), o flautista Felix Renggli (Suíça), o clarinetista Gary Dranch (EUA), o trompetista André Henry (França), o violinista Lavard Skou-Larsen (Áustria), os violonistas Eduardo Castañera e Daniel Wolff, o violoncelista Romain Garrioud(França), o oboísta Luis Carlos Justi(RJ), o pianista Ney Fialkow e o violinista Cármelo de los Santos, pianista Alexandre Dossin(Brasil/EUA), o violinista François Sochard(França), o compositor e instrumentista Egberto Gismonti(Brasil), o contra-tenor Paulo Mestre(Brasil), os cravistas Marcelo Fagerlande, Rosana Lanzelotte e Marcos Holler (Brasil) entre outros.

No repertório da Orquestra de Câmara da ULBRA constam as principais obras de música erudita compostas para instrumentos de cordas, abrangendo do período barroco até o contemporâneo. Destacam-se As Quatro Estações de Vivaldi e as Serenatas para Cordas de Tchaikovsky e Dvorák, também as mais importantes obras sacras como Paixão Segundo São João e Oratório de Natal de Bach, O Messias de Haendel e Requiem de Mozart.

Outras vertentes importantes do trabalho deste conjunto são a música latino-americana e a música brasileira, sendo esta motivo de freqüente pesquisa e inclusão de novas obras ou lançamento de novos compositores na sua programação. O grupo é responsável pela estréia de diversas peças originais e arranjos especialmente compostas para o mesmo. Também é marcante a performance deste ensemble nos tangos de Astor Piazzolla, como Las Cuatro Estaciones Porteñas, Melancólico Buenos Aires e María de Buenos Aires.

No tocante a projetos de diversificação e divulgação da música orquestral, o grupo apresentou-se com Edu Lobo, Nei Lisboa, Renato Borghetti, Neto Fagundes, Vitor Ramil, Kleiton & Kledir, Yamandú Costa , Frank Solari, Nenhum de Nós, Papas da Língua, Hique Gomes, Bebeto Alves, Jerônimo Jardim, Gaúcho da Fronteira, Ernesto Fagundes, Banda Ultramen, Adriana Deffenti e Pedro Veríssimo, além de realizar inúmeras apresentações pelo interior do Rio Grande do Sul.

A série Música nos Campi consiste de concertos especialmente voltados para universitários, numa abordagem mais leve e com cunho mais didático.

Em recente turnê pela Argentina o conjunto recebeu do jornal La Nación crítica extremamente positiva destacando que a orquestra “alcançou um nível de excelência a serviço do repertório clássico e da frondosa literatura musical do país irmão(Brasil)”, e sintetiza :”Nuestra opinión: excelente”.

A Orquestra de Câmara da ULBRA realiza, anualmente, 30 concertos, cobrindo diversos eventos em nosso estado, atraindo diretamente mais de 30 mil pessoas. Em março de 2006 seu CD foi premiado com o Troféu Açorianos de melhor interprete de música instrumental.


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *