Aspectos resultantes da eleição extemporânea de Gravataí



Herculano Spadaro – Giro de Gravataí 

Ficou mais uma vez polarizado à eleição nas antigas lideranças da cidade de Gravataí! Cabe dizer que nem sempre foi de forma direta, houveram momentos que cabiam a eles indicarem o “cavalo do comissário”! Assim nos deparamos com a falta de novas lideranças políticas. Quem sabe é um dos motivos do eleitorado estar “enfastiado” desta conjuntura política ultrapassada. Em épocas de militância, verifiquei que quando alguém “ousava” ter vida própria em determinado seguimento político, era sempre dissuadido do seu intento, em nome da união partidária.

Cantilena falaciosa, pois estava na realidade contrariando os interesses do “caudilho” ou “proprietário” daquele conglomerado político! Isto quando não era convidado a se retirar! Alguns poderão dizer que existem outras opções de sistemas políticos. Perfeito! Respondo, que não passaram pelos meus critérios. Prova esta, os baixos índices de sufrágio que obtiveram. Houveram outros que inicialmente me pareciam que eram novos, porém, retornaram as suas origens de forma melancólica! Urge uma necessidade da mudança na legislação política brasileira, para exterminar os ranços vigentes!

 Os “últimos dias de Pompéia”

Com um contencioso neste pleito, o ex-prefeito e ex-deputado estadual demostrou ter um invejável “capital eleitoral”. Nas urnas conquista uma “vitória de pirro”, haja vista ter sido impugnado. Tentou através de seu cônjuge, com uma força hercúlea vencer, sem obter êxito. Pós pleito se materializa uma espécie de ostracismo político, pois terá que cumprir a condenação imposta. Será que o Monte Vesúvio foi abatido pela famosa erupção?

 No “intramuros” à força, mas com insuficiência eleitoral

O prefeito reconduzido demonstrou o que já de há muito se sabia! Que é a sua desnutrição eleitoral na sua cidade! Pois detinha a maioria das forças políticas a seu favor e inclusive “à maquina”! Acomodou-se no transcurso administrativo! Próximo ao primeiro pleito ressurge! Ato contínuo perde para o “impugnado” de forma significativa! A salvação foi a decisão do poder judiciário, que oportunizou um novo pleito! O “salto de qualidade” que o manteve como primeiro mandatário, foi a remasterização do bordão surrado de eras priscas:
“as esquerdas só se reúnem no cárcere”!

Não fosse esta realidade amargaria mais uma derrota em Gravataí! Aguardemos que o sr. prefeito cumpra com o prometido, haja vista ter dito que Gravataí tem suas finanças saneadas, depreendo então, que nos ensejará a prosperidade!

faixa


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *