Antônia Margarete, a primeira moradora do Novo Mundo



Ainda emocionada, Antônia posou para foto em frente a sua nova casa | Foto: Gabriel Siota Ganzer

O dia 20 de setembro ficará marcado para sempre na memória da auxiliar de cozinha, Antônia Margarete Osalame, de 56 anos. Não por se tratar da data da revolução farroupilha, mas sim pelo fato de que ela e outros moradores já começaram a se instalar nas novas casas do conjunto habitacional Novo Mundo, projeto entre o governo municipal e a Caixa Econômica Federal. Morando há mais de trinta anos em uma área considerada de risco, Antônia, ainda emocionada, contou ao Giro de Gravataí a sua felicidade ao ser a primeira a receber a chave de casa.

“Quando eu entrei aqui, desabei! Foram quase trinta anos morando em um local de risco. O maior problema enfrentado por nós lá, era os alagamentos. Eu choro ao me lembrar que muitas datas comemorativas, ao invés de festejar, eu tava lá tentando salvar meus poucos móveis que tinha, por causa do arroio que transbordava. Graças a Deus eu fui contemplada com uma residência e estou muito feliz por isso, me sinto mais valorizada, contou ela.

A operação

Foi por volta das 08h que as equipes da prefeitura chegaram no bairro Vila Maria, onde foram remanejadas as famílias. Caminhões e máquinas do departamento de limpeza se encarregaram de desmanchar as casas de madeira que ainda estavam em pé. O famoso pontilhão, que dividia os bairros, e também já foi noticiado pelo Giro de Gravataí por sua precariedade, também não existe mais.

Não muito longe dali, uma outra equipe da prefeitura organizava a chegada dos caminhões com as mudanças dos novos moradores. De acordo com a diretora de habitação, Luciane Ferreira, que esteve à frente do projeto desde as primeiras reuniões, enalteceu o esforço do governo municipal, em nome do prefeito Marco Alba, pela realização do sonho de muitas famílias.

“Hoje é um dia muito especial, tanto para o governo quanto para mim. Foram diversas tratativas, muitas pessoas, desacreditadas da política, acharam que essa obra não seria concluída, pois bem, estamos aqui para provar isso. Não se tem palavras para descrever o olhar de alegria dessas crianças, dos pais e mães que terão a oportunidade de dar uma condição melhor aos filhos. Estamos todos emocionados e com vontade de fazer muito mais por esse município”, contou ela.

Extra

Com um investimento de aproximadamente R$ 7 milhões, ergueu-se as residências, cada uma com dois quartos, uma cozinha conjugada com a sala e um banheiro. Nos fundos, um pequeno pátio que serve também como área de serviço. Ao todo, 48m². Todas elas com o sistema que utiliza o calor do sol para aquecer a água. O conjunto também contará com a presença dos policiais municipais para uma maior segurança na região. A Prefeitura de Gravataí irá atuar no bairro com palestras educativas, atividades para as crianças e oficinas de formação. 99 famílias foram contempladas. Mais de 500 pessoas já estão morando no novo residencial.

 

 


Escreva um comentário

Ver todos os comentários  

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *