Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Geral

A ação integrada que colocou um especialista em assaltos a banco na cadeia em Gravataí

Publicado

-

Entre os parabéns trocados por policiais militares e policiais civis pela captura de um foragido, também havia uma certa tensão, já que não se tratava de um criminoso qualquer. Foi a prisão de Flávio Alberto Salazar da Silveira Júnior, natural de São Caetano do Sul, que movimentou a delegacia na manhã do feriado de Dia das Crianças. A polícia não sabe o grau dele na hierarquia da quadrilha, mas um policial avisa; “Esse é grandão, dá pra ver”. 

Flávio, conhecido por “Gaúcho”, é integrante de uma quadrilha especializada em ataques a caixas eletrônicos, carros fortes e até agências bancárias, e que tem como foco, os estados de Santa Catarina e Paraná. A ação que culminou na prisão de “Gáucho” se deu através de um trabalho integrado entre a Brigada Militar (BM) e agentes da 1ª Delegacia de Polícia de Gravataí.

Através da BM, a Polícia Civil tomou conhecimento de que o criminoso, que tem 27 anos de prisão a cumprir, estaria foragido na casa de parentes, no bairro Caça e Pesca, em Gravataí. Coordenados pelo delegado Alencar Carraro, os policias fizeram diligências nos locais repassados pela BM, afim de localizar armas e dinheiro

Flávio não ofereceu resistência, mas garantiu não estar em posse dos três fuzis que a polícia tinha como indício que ele estaria guardando nas residências. Com o apoio do Grupamento de Operações com Cães (GOC) da Guarda Municipal de Gravataí eles revistaram casa por casa atrás dos armamentos. Na residência de um parente a polícia encontrou cerca de 55 mil reais, que indicam o envolvimento dele nos roubos.

“Um outro nível. Conversa de boa, diz o que faz e aonde”. Contou rapidamente o delegado Alencar Carraro, que coordenou a ação. Ainda segundo ele, Flávio, agora deverá cumprir seus 27 anos em regime fechado, e será indiciado por lavagem de dinheiro. Os familiares dele, aonde os policiais encontraram o dinheiro, foram ouvidos e liberados.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias